Vida Maria

vidamaria-photo01

Vida Maria é um curta-metragem em animação 3D que tem como personagem principal Maria José, com seus sonhos interrompidos ainda criança, quando precisou abrir mão de suas descobertas, das letras, dos estudos, para se dedicar ao trabalho. Ela cresce, conhece Antônio e se casa, tem filhos, entre eles, Maria de Lourdes e aí mais um ciclo se repete, pois Maria José age com Lourdes exatamente como sua mãe agiu, reproduzindo o seu passado no futuro da filha.

vidamaria-photo02vidamaria-photo04

 

 

 

 

 

Assisti a esse filme na aula de social e fiquei completamente encantada com a narração, os detalhes, as cores, as expressões, um trabalho de animação perfeito. Recomendo demais! E se alguém quiser informações sobre o filme, é só acessar o link Vida Maria na categoria Pérolas & Artes deste blog.

Vládia Almeida

About these ads

12 Comentários

Arquivado em Dicas, Meus Posts, Pra ficar bem, Vídeos

12 Respostas para “Vida Maria

  1. Claudia Leitte

    Eu assisti esse filme e me apaichonei.
    Beijos…

  2. Alinne Laís

    Também assistir a esse vídeo e percebi que, infelizmente, isso ainda acontece. Trabalho numa escola e observo que em algumas comunidades carentes, por falta de oportunidade, isso é verídico na vida de muitas pessoas.
    Se nos posicionássemos diante dessa situação acredito que poderíamos dar um outro final a essa triste e contagiante estória!!!!!

  3. Francisco Flavio

    Apesar de ser uma obra de ficção, tem base em uma realidade de boa parte do povo brasileiro, principalmente a população do Nordeste, que não possuem expectativa positiva em relação aos estudos e a uma formação intelectual. O filme mostra a simplicidade do homem rural que precisa trabalhar duro, para comer e sobreviver. Os maiores problemas não são, a seca, a fome, a falta de oportunidade, mas a completa ausência do Estado, aliada a ausência de educação familiar (controle de natalidade, estímulos ao estudo, visão de mudança, e outras), percebemos apenas uma reprodução familiar, ou seja, a educação recebida é passada de pai para filho

  4. Julio Alexandre (Rio de Janeiro/Ribeirão Preto)

    Pra mim foi um alento. Um achado. Já faz muito tempo que não tenho esperança nenhuma de sequer uma notícia de um filme bom, inteligente, verdadeiro como esse curta-metragem nascido e criado num dos quintais do Brasil. Mesmo cansado, ainda reclamo de não aguentar roteiros mirabolantes que resolvem qualquer situação com um maldito raio laser ou um gesto mágico “HarryPottermático” que responde a todas as questões como um cala-boca do tipo: “foi assim e pronto”, cansado de respostas infantis a questões maduras simples, como um muito previsível raio-que-o-parta vindo sabe-se lá de onde, que resolve qualquer coisa num momento crítico. Ainda bem que o enjoativo e tão esperado herói dos últimos segundos não apareceu, ainda bem, que nenhum Braddock americano fantasiado de pipoqueiro não explodiu um carro. Ainda bem. É muito bom saber que há Almodovares paridos pela terra brasilis. Em 8 minutos e meio, continuo insatisfeito com o cinema, mas com uma fé renovada num pedaço de Brasil.

  5. Erick Diego

    O curta “Vida Maria” é uma critica direta as condições em que se encontram a grande maioria dos nordestinos e apesar de ser uma obra de ficção, tem base em uma realidade principalmente a população do Nordeste, que não possuem expectativa positiva em relação aos estudos e a uma formação intelectual. O filme mostra a simplicidade do homem rural que precisa trabalhar duro, para comer e sobreviver. Os maiores problemas não são, a seca, a fome, a falta de oportunidade, mas a completa ausência do Estado, percebemos apenas uma reprodução familiar, ou seja, a educação recebida é passada de pai para filho

  6. É triste saber que a realidade é essa, mas não podemos nos conformar com tal situação, sou do nordeste venho de uma família simples posso dizer que já vivenciei este filme forçado pelas dificuldades já parei de estudar para trabalhar, hoje estou tentado dar a volta nessa situação; estudo e trabalho, sonhando em não repetir essa história.

  7. Fernando Ribeiro

    Fernando Ribeiro (Rio de Janeiro)

  8. Fernando Ribeiro

    Esse curta, é execelente. Infelizmente nos deparamos com essa história de ficção. Discordo que isso só acontece no Nordeste, infelizmente vejo pessoas em pleno seculo XXI com tudo conspirando a sue favor, ter esse tipo de pensamento.
    Nasci pobre e isso me basta.

    Parabéns pela produção.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s