Arquivo da tag: violência

Dia internacional da mulher

Diga não a violência contra a mulher!

 

Deixe um comentário

Arquivado em humor

Superação…

Estou meio ausente esses dias, muitos trabalhos, mas passei por aqui para deixar uma matéria que li na Revista Cláudia sobre mulheres que venceram a droga, a depressão, a prisão. Exemplos de superação! Aqui!

1 comentário

Arquivado em Matérias

Consumismo e Uso de Drogas

consumo conscienteEntendemos por consumismo o ato de comprar produtos sem consciência, e sem necessidade. Um problema contemporâneo já que todos os dias somos alvos fáceis da indústria do consumo que com a mídia e o marketing nos leva a pensar que seríamos pessoas diferentes se adquiríssemos determinado bem ou serviço. Vivemos numa sociedade consumista, onde sempre estamos insatisfeitos, em busca do corpo perfeito, da coleção nova da vitrine, do cabelo “da hora”, do jeans de determinada grife, do modelo novo do carro. E somos convencidos de que viveríamos mais felizes se consumíssemos tais produtos, já que o indivíduo sempre está em desvantagem em relação aos “super poderes” dos objetos ofertados, que além da felicidade, traz pertencimento e mobilidade social. O problema está em como adquirir tais produtos? Como manter essa ilusão de felicidade, já que ao adquirir um objeto, o desejo não é eliminado, é apenas transferido para outros objetos? O consumismo surge como meio de construção de identidades, em que quanto mais poder os objetos adquirem, mais o interior do indivíduo está esvaziado e exteriorizado, pois ele só se reconhece e se sente bem quando coberto por alguma marca.

Vivemos em um país com uma das piores distribuições de renda do mundo e com precárias condições de aquisição desses produtos.  Onde a identidade do povo é formada a partir de imposições e modelos culturais cultuado pela onipresença dos meios de comunicação de massa, e o sujeito é obrigado a contemplar e a consumir passivamente as imagens de tudo o que lhes falta em sua existência real que é pobre e fragmentária. Isso gera conseqüências ruins, porque o consumista é diferente do consumidor, que só compra o que é necessário, ele compra o que é supérfluo, muitas vezes movido por distúrbios psicológicos, sociais. O sujeito incapaz de trabalhar seus problemas e suas frustrações busca soluções que na realidade causarão mais um problema como o uso de drogas. Geralmente o primeiro contato feito com as drogas, é exatamente quando a pessoa está buscando sua identidade psicossocial. A medida que vai ficando dependente o sujeito passa a ver a droga como fundamental e esquecendo dos seus relacionamentos interpessoais. Da mesma forma que o consumidor, no caso, consumista, busca nos objetos uma forma de se manter sociável, e feliz, o usuário de drogas também busca um significado para a vida, no entanto a droga o impede de pensar nas suas frustrações já que encará-las pode ser também doloroso. No caso são usadas para bloquear esse sentimento, anestesiar, negar-se a si mesmo. Vale ressaltar que muitos casos de usuários de drogas, também começaram quando na verdade os seus desejos eram de consumir objetos, fora da sua realidade, como já comentado. E como alternativa passam a praticar atos ilícitos na intenção de conseguir esses objetos. Quanto as drogas legais como álcool, tabaco, também entram no mesmo viés do consumo, pois a mídia nos leva a pensar mais uma  vez que a felicidade se encontra no consumo desses produtos.

drogas

2 Comentários

Arquivado em Disciplinas, Matérias, Meus Posts, Social

Ser violento? Eis a questão!

Que a violência é um problema a ser resolvido, todo mundo sabe. Pelo menos deveria saber! O que podemos fazer diante de tal situação? Para essas crianças, ser violento é normal, é legal! Nada mais divertido do que bater na cabeça da boneca, espancar e pedir o dinheiro, que a criança já aprende, que é dela e não da boneca. O que fazer com esses pais? Mas não me refiro só ao cara idealizador dessa nova escola não, me refiro aos nossos amigos e parentes, aqueles que também colaboram com esse tipo de educação quando compram armas de brinquedo para seus filhos, ora, e também essa não é uma forma de incentivar a violência? O q se pode fazer com uma arma de brinquedo? Colocar pra dormir? Claro que não! Esse vídeo pode servir para conscientizar a esses pais, que são bons pais, mas que pecam no momento em que transformam os seus filhos em pequenos aprendizes de violência. Está aí o vídeo pra conferir!

Deixe um comentário

Arquivado em Meus Posts, Vídeos